As medidas adotadas pelas organizações para preservar a saúde das suas equipes e clientes trouxe alguns ganhos e alguns desafios, como toda mudança.

Entre os desafios, uma pergunta que deve pairar na cabeça de todo CEO ou líder é: como posso manter a cultura da minha empresa em tempos de home office e de distanciamento?

A cultura organizacional, o DNA de uma empresa, se constrói dia a dia, com pequenos detalhes e grandes realizações. É possível continuar fomentando essa cultura, como sentimento de elo e pertencimento que alinha propósitos individuais aos organizacionais?

Por aqui na GoSoft, nossa cultura, nossa maneira de ser, de pensar e de agir é muito importante. Por isso, mesmo em tempos de coronavírus e home office, continuamos cultivando e cuidando dela. E é por acreditar que práticas simples podem trazer resultados imensos e inesperados, que queremos compartilhar com vocês uma das atividades que estamos praticando. Na realidade, trata-se da adaptação de um programa que a gente vem realizando há alguns anos: sessões semanais de massagens relaxantes para todos os colaboradores, dentro das instalações da nossa empresa, fruto de uma parceria com o Spa Julyo Ganiko.

Rapidamente entramos em contato com nosso querido parceiro e juntos criamos uma alternativa para dar continuidade ao programa: são sessões ao vivo, uma vez por semana, antes de iniciar nosso trabalho. Conversas interessantes e exercícios que ajudam a manter o equilíbrio emocional tão necessário para ficarmos inteiros, plenos e desempenhar nossas funções da melhor maneira. É um momento também onde toda a equipe volta a estar unida, se vendo e se reconhecendo. Mantemos vivos e fortes nossos vínculos. Mantemos nossa cultura.

Veja abaixo o resumo dos últimos encontros.

Falamos sobre a importância de despertar nossa consciência corporal, especialmente nesse momento em que estamos mudando nossa rotina e nossos hábitos. É muito importante durante o dia nos movimentarmos, nos espreguiçarmos, aliviando as tensões do corpo e da mente.

 E como fazer isso? 

Transformar nossa casa em um lar, movimentando energia, deixando o ambiente o mais agradável possível para estarmos 24 horas por dia.

 – Observar e “imitar” os animais, como os cães e gatos, que quando se levantam dão aquela bela espreguiçada, alongando ao máximo braços e pernas. Podemos e devemos nos espreguiçar várias vezes por dia. O relaxamento pós alongamento causa uma sensação de bem-estar que queremos experimentar sempre que possível, não é?

Encolher e expandir: de tempos em tempos durante o dia, saia um pouco da cadeira de trabalho, encolha-se o máximo possível, em posição fetal, fique assim por alguns instantes e em seguida alongue-se ao máximo, nas pontas dos pés, como se quisesse alcançar o universo. Essa expansão física e mental também lhe trará uma incrível sensação de bem-estar e relaxamento.

Automassagem: temporariamente não estamos recebendo as massagens da equipe do Spa Julyo Ganiko, mas podemos fazer automassagem e aliviar as tensões dos ombros no chuveiro, deixando a água morna cair no local e fazendo movimentos circulares com o pescoço.

Subir escadas: outro exercício simples e completo para nosso corpo é subir escadas… Quem mora em casa com escadas pode aproveitar bastante, quem mora em prédio também, mas tomando os cuidados de higiene e distanciamento em ambientes comuns.

Cromoterapia: em casa, devemos optar por cores mais claras ou mais vibrantes, como amarelo, que traz alegria e o azul, que traz tranquilidade, e evitar cores escuras, como preto e marrom. Importante pensar com carinho na roupa que vamos usar no dia e não ficar de pijama o dia todo, pois só o fato de trocar de roupa de manhã já traz uma sensação de bem-estar e a sensação de um dia ativo e não passivo.

– E muito importante: RESPIRE! Em momentos de tensão, respire fundo e conte até 10!

Esperamos que tanto as dicas do nosso parceiro para manter o equilíbrio neste período, quanto a nossa sobre a importância de manter – mesmo em tempos de home office – a cultura organizacional da sua empresa, tenham sido úteis para você. Que tal pensar em algo criativo para aplicar com toda a sua equipe? Comece já!